Archive for the ‘Controle’ Category

Panóptico na escola

31/10/2012

Há algum tempo comentei – em outro dos meus blogs – sobre a notícia do uso de chips em uniformes escolares para registrar a presença de alunos.

Agora uma turma de uma escola pública do Distrito Federal participa de testes do controle eletrônico de frequência. Um chip “dedo-duro”, instalado no uniforme, avisará os professores, diretores e os pais se os alunos entrarem na escola a tempo da aula, se se atrasarem para estar ali, se saíram antes do que era previsto ou se cabularem [será que alguém, além de mim,  ainda usa esse verbo?] as aulas.

Assim, todos, no que seria a concretização no espaço educacional do panóptico imaginado por Jeremy Bentham e tratado por Foucault, saberão quem está na escola, ainda que dependam de outras tecnologias, como o telefone celular, para saber o que andam fazendo durante as aulas.

A escola que testa o chip “dedo-duro” ainda carece de uma quadra esportiva e seus alunos não têm aula de Sociologia por falta de professor. Mas o que parece preocupar mesmo agora a diretora é o custo que a implantação do sistema em toda a escola trará, caso aprovada a ideia. Serão cerca de R$ 28,8 mil, custo que a diretora cogita de transferir para os pais dos alunos. Ou seja, ainda que a escola seja pública, os pais é que podem acabar pagando pela “caderneta”, que no meu tempo era em papel e a mim entregue sem qualquer custo para o meu pai.

Pois é, a onda do controle eletrônico de presença dos alunos avança, ainda que lentamente. Não é ainda uma onda grande, avassaladora como as criadas pelo furacão Sandy, que andou fazendo estragos no Caribe e na costa leste dos Estados Unidos nesses últimos dias. Mas quem garante que a onda do controle eletrônico não será enorme em breve?

E quem garante que ela não “engolirá” também os professores? Podemos tranquilamente suspeitar que passará pela cabeça de algum diretor de escola, pública ou privada, ou de algum  burocrata de Secretaria de Educação a ideia de implantar um controle efetivo, por chip, da presença de professores, notadamente na rede pública, onde o absenteísmo docente é uma marca.

Ou, quem sabe, uma lista futura de material escolar não incluirá  um chip subcutâneo nos alunos. Quem viver, verá.

Wordle do post: